Dormir bem combate a hipertensão

Você está visualizando atualmente Dormir bem combate a hipertensão

Existe uma forte ligação entre a qualidade do sono e a pressão arterial elevada. Dormir bem é crucial para a saúde cardiovascular, e as pessoas com pressão alta são as que mais tendem a sofrer de distúrbios do sono.

Quando há um quadro de hipertensão, o coração tem que trabalhar mais para bombear o sangue, aumentando o risco de problemas cardíacos, derrame e outras complicações, como, por exemplo, a síndrome da apneia do sono.

Conforme o artigo “Apneia do sono e hipertensão arterial sistêmica,” publicado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (2009), a síndrome da apneia obstrutiva do sono (SAOS), é encontrada em mais de um terço dos pacientes com hipertensão arterial. 

Por outro lado, dormir bem ajuda a controlar os fatores de risco e a até neutralizar os males da hipertensão. Ter uma boa noite de sono é importante também para manter o nível de energia durante o dia e evitar problemas de concentração e memória.

Neste artigo, exploramos a ligação entre a qualidade do sono e a pressão alta e como dormir bem  ajuda a  reduzir o estresse e os riscos  dos distúrbios do sono que podem prejudicar seriamente a saúde cardiovascular.

Quais são os riscos da hipertensão?

Quando o coração trabalha mais do que o normal para fornecer fluxo sanguíneo necessário, isso pode levar à insuficiência cardíaca, derrame e outras doenças graves.

A hipertensão também pode causar outros problemas de saúde, como doença renal e doença arterial periférica.

Geralmente, a hipertensão não pode ser curada, mas pode ser controlada. 

O tratamento nem sempre significa medicação, mas envolve a adoção de um estilo de vida mais saudável, por exemplo, mudança de hábitos alimentares, redução do consumo de sal e álcool, controle do peso corporal e prática regular de atividades físicas.

Além disso, é importante manter o controle da pressão arterial através de exames periódicos e monitorar os sintomas para identificar qualquer complicação relacionada.

A hipertensão é uma doença que requer cuidados constantes, mas é possível viver bem com ela seguindo as orientações médicas quando os primeiros sintomas aparecerem.

Os riscos da hipertensão incluem:

  • O risco de um ataque cardíaco ou um acidente vascular cerebral (AVC).
  • Insuficiência cardíaca: a hipertensão pode levar à insuficiência cardíaca, que é quando o coração não consegue bombear sangue adequadamente para todo o corpo.
  • Problema renal: a hipertensão também pode causar danos nos rins, reduzindo sua capacidade de filtrar o sangue e eliminar toxinas do corpo.
  • Aterosclerose: a hipertensão é uma das principais causas da aterosclerose, o entupimento das artérias com placas de gordura.

Como controlar a hipertensão?

A hipertensão é uma doença silenciosa, que não tem cura, e atinge cerca de 1/3 da população mundial. E pode causar danos aos órgãos, como o coração e os rins, e aumentar o risco de doenças cardiovasculares.

 Alguns sintomas de pressão alta incluem tonturas, dor de cabeça, náuseas, sudorese e visão turva. Se você apresentar qualquer um desses sintomas, consulte imediatamente um médico.

Embora não haja cura, o tratamento varia de caso para caso. Medicamentos são frequentemente usados ​​para controlar, com mudanças na dieta e no estilo de vida.

Para controlar, é essencial ter disciplina e seguir um ritmo de vida mais saudável. Isso inclui também ter uma alimentação balanceada e uma boa noite de sono.

Fazer exercícios regularmente e descansar o suficiente. Tudo isso ajudará a manter o seu metabolismo funcionando bem e te fará sentir melhor.

Como cada caso é um caso, é necessário seguir à risca as recomendações do seu médico.

Algumas dicas para você começar a cuidar da sua saúde

  • Reduza o consumo de sal; 
  • Beba bastante água; 
  • Pratique exercícios físicos regularmente;
  • Evite o estresse;
  • Coma alimentos frescos e ricos em fibras. 

Dormir bem combate a hipertensão?

Dormir bem é essencial não só para combater a hipertensão, mas para manter a saúde em geral. Durante o sono, nosso corpo se recupera e restaura as energias gastas durante o dia. 

Estudos mostram que pessoas que dormem menos de 6 horas por noite têm um risco maior de hipertensão. 

Já aquelas pessoas que dormem entre 7 e 8 horas têm um risco menor. Dormir bem, portanto, é uma ótima forma de combater a hipertensão.

Por isso, é importante ter um horário de descanso regular e adequado, dedicar-se a atividades relaxantes antes de dormir e evitar excessos nas refeições noturnas. 

Os especialistas recomendam que se pratique exercícios físicos moderados pelo menos 3 vezes por semana para melhorar a qualidade do sono e também combater a hipertensão. Esses exercícios podem ser uma caminhada rápida, natação ou até mesmo uma aula de ioga. O importante é que sejam praticados regularmente para obter os benefícios desejados.

Todos esses cuidados são fundamentais para mantermos uma vida saudável e equilibrada.

Como está a qualidade do seu sono?

A hipertensão arterial, um dos principais fatores de risco para doenças cardíacas, pode ser causada pelo sono ruim. 

O sono ruim diminui a qualidade de vida e pode causar sonolência, dificuldade de concentração e irritabilidade, contribuindo para a pressão alta. 

A boa notícia é haver medidas que podem ser tomadas para melhorar a qualidade do sono e, assim, reduzir o risco de hipertensão arterial. 

Dentre as opções para melhorar as noites de sono, está o diagnóstico do sono. Um  modelo desenvolvido por especialistas que traça o seu  perfil de comportamento durante o sono. 

O diagnóstico inclui uma análise detalhada do sono. Essa avaliação ajuda as pessoas a entender e tratar seus distúrbios do sono. 

Então, se você está tendo problemas para dormir, acesse o site e faça o diagnóstico, ele é gratuito e imediato, basta responder algumas perguntas e o resultado sai rapidamente. Com certeza você ficará surpreso com o resultado!