Dormiu e acordou cansado? Saiba por que isso acontece e entenda seu ciclo do sono

Você está visualizando atualmente Dormiu e acordou cansado? Saiba por que isso acontece e entenda seu ciclo do sono

Você chega em casa, cansado de um dia inteiro de trabalho, de todo seu esforço na faculdade, de ter acordado muito cedo e ter voltado bem tarde, ansioso para deitar na cama e ter uma noite tranquila de sono. Contudo, ao acordar, não foi isso que aconteceu.

 

Isso porque quando você se despertou, se sentiu muito mais cansado do que na noite anterior, com o corpo dolorido, indisposto, sem ânimo e coragem para enfrentar um novo dia, além de estar com um sono absurdo, como se não tivesse pregado os olhos a noite.

 

Tudo isso, por mais que pareça incompreensível e até sobrenatural, na verdade tem a ver com o ciclo do sono que você está habituado. 

 

A quantidade de horas dormidas, as práticas anteriores ao momento do sono e os hábitos diários, tudo influencia nessas condições.

 

E para não te deixar na curiosidade e sem uma resolução para seus problemas, hoje vamos te contar por que você dorme e acorda cansado e como o ciclo do sono influencia nisso, para que você encontre a solução para o seu problema e mude de vez os hábitos negativos. 

Por que você acorda mais cansado do que quando foi dormir?

Devido ao fluxo de vida dos tempos atuais, em que vivemos em uma intensa correria, sempre com muitos compromissos e afazeres, transitando de casa para o serviço, do serviço para a faculdade, entre outras possibilidades, tempo é algo cada vez mais escasso.

 

Para dar conta de vivenciar cada um dos compromissos a que nos dispomos e dar o nosso melhor, acabamos por adotar muitos hábitos que com a prática, se tornam nocivos, afetando não apenas a saúde, mas também a qualidade de sono.

 

Dentre as principais causas e hábitos adotados que afetam o alcance do sono regular e de qualidade, o ciclo do sono é o número um dessa lista, já que define boa parte do porquê acordamos mais cansados do que quando fomos dormir.

 

Baseado nesse cenário atual, a média de horas dormidas está entre 6 e 7 horas, sendo que o recomendado é 8 horas de sono

 

Por diminuir o tempo de descanso, o ciclo do sono não se completa, continuando em aberto e proporcionando mais cansaço ao corpo e a mente.

 

Além disso, outros hábitos que influenciam diretamente no ciclo do sono, além da quantidade de horas dormidas, incluem:

 

  • Má alimentação: A correria diária faz com que trocamos a alimentação saudável por fast foods e comidas rápidas, não fornecendo nutrientes adequados ao organismo e prejudicando a qualidade de vida, consequentemente, o ciclo do sono;
  • Beber pouca água: Nesse mesmo contexto, acabamos muitas vezes por negligenciar o consumo de água, o que afeta drasticamente no equilíbrio do corpo e assim, no ciclo do sono;
  • Falta de sol: A vitamina D é responsável por diminuir a sensação de fadiga extrema. Assim, não tomar sol influencia diretamente no ciclo do sono;
  • Estresse e ansiedade: Nossa saúde mental define o nosso ciclo do sono, em que, quando se encontra em estado de alerta, deixa a mente agitada e dificulta a concentração para dormir, atrapalhando o descanso e efetividade do sono;
  • Falta de exercício físico: A atividade física estimula a produção de testosterona, que alivia o estresse e permite relaxamento do corpo, possibilitando qualidade e eficácia do sono. Não praticar pelo menos 30 minutos diários, afasta todo esse equilíbrio, afetando incisivamente o ciclo do sono e a qualidade dele. 

 

Logo, prestar atenção nesses maus hábitos é o diferencial para mudar de vez o seu ciclo do sono e afastar o cansaço de uma vez por todas.

O que fazer para não acordar cansado e dicas para ter mais energia?

Comece buscando uma alimentação saudável, rica em nutrientes. Uma dica é preparar toda a refeição da semana no domingo, separando adequadamente e conservando os alimentos. 

 

Assim, não terá mais a desculpa de não comer corretamente por não ter tempo de preparo durante a semana. 

 

Além disso, andar sempre com uma garrafa de água, bebendo regularmente. Para isso, uma dica é instalar um aplicativo que notifique sempre que você precisa ingerir água, auxiliando com que não esqueça e não corte esse novo hábito. 

 

Da mesma forma, a prática de atividade física, além de afastar o sedentarismo, atua como remédio para a saúde mental, diminuindo os níveis de estresse e ansiedade, gerando mais disposição, equilíbrio e assim, proporcionando o melhor alcance do ciclo do sono.

 

Por fim, busque tomar um pouco de sol ao longo do dia, e a noite, evite telas antes de dormir, além de buscar um ambiente agradável, com pouca luz e definindo um horário para dormir, de forma com que adapte o seu corpo ao ciclo do sono que irá iniciar.

Os sonhos influenciam no descanso?

Outro ponto a ser analisado no ciclo do sono são os sonhos, que quando muito intensos, agressivos e com pesados e sensações ruins, atrapalham a continuidade e alcance de qualidade ao dormir. 

 

Sonhar é comum e um mecanismo do próprio cérebro, mas a depender da forma, pode ser uma manifestação de traumas e inseguranças, o que desencadeia em ansiedade, insônia e interrompe o ciclo do sono.

 

Assim, caso tenha muitos sonhos ruins e pesadelos, e sinta que isso atrapalha o seu ciclo do sono, busque ajuda profissional para que entenda a origem desse problema e assim, possa encontrar o tratamento adequado e reverter a situação indesejada.

E o colchão, influencia no ciclo do sono?

Para fechar, não podíamos deixar de falar sobre o lugar escolhido para passar a noite de sono: a nossa cama. Mas, especificamente, tratando acerca do colchão escolhido e entendendo como o material, tamanho e formato afeta no ciclo do sono.

 

Nossa cama é o nosso lar da noite, e o nosso corpo após um longo dia exaustivo pede por um espaço adequado para descansar, em que consegue ter apoio e não sofra lesões, incômodos e desenvolva problemas relacionados ao mau jeito e material inadequado.

 

Assim, se o colchão for muito duro, ou muito mole, pode acarretar em consequências para o corpo e atrapalhar com que consiga ter uma boa noite de sono. 

 

Além disso, seu material influencia em como o corpo irá se posicionar, devendo ser escolhido de acordo com suas necessidades.

Faça agora mesmo o seu diagnóstico do sono!

Agora que você já sabe o que deve ou não ser feito para ter um ciclo de sono adequado e qualidade ao dormir, evitando acordar cansado e sem disposição, entenda como está o seu momento atual noturno através da realização do Diagnóstico do Sono.  

Entendendo como anda sua noite de sono, se está sendo eficaz e proporcionando o devido descanso ou então se está desencadeando problemas, não perca tempo e faça já o teste, sabendo assim o que precisa ser feito e alcançando o ciclo do sono adequado para você!