Colchão: como escolher?

Você está visualizando atualmente Colchão: como escolher?

Nós do Qual o Melhor Colchão não precisamos dizer o quanto escolher um bom colchão é importante, não é mesmo? Afinal, passamos nada mais nada menos do que um terço de nossas vidas deitados nele. 😴💤

Mas com tantas opções no mercado, fica até difícil saber qual é a melhor. Para facilitar a sua vida, preparamos esse post sobre como escolher colchão. Se você está pensando em comprar um colchão novo, fique ligado nas dicas abaixo.

Tamanho

A primeira coisa a se observar é o tamanho do colchão. É preciso pensar em questões como: Quanto espaço tenho disponível? Vou querer trocar a minha cama/box? É para um adulto ou uma criança? É para dormir sozinho ou acompanhado?

Hoje, existem marcas que fabricam colchões sob medida. Mas os tamanhos padrões são bem diversos e costumam atender à maioria dos clientes. No Brasil, temos as seguintes medidas de colchão:

  • Solteiro: 0,88 x 1,88 m
  • Meio Casal: 0,96 x 2,03 m
  • Casal: 1,38 x 1,88 m
  • Queen: 1,58 x 1,98 m
  • King: 1,80 x 2,00 m
  • Super king: 1,93 x 2,03

Se você ainda está em dúvida sobre qual tamanho de colchão escolher, vale a pena clicar aqui e conferir nosso post sobre o assunto.

Conforto

O conforto de um colchão é algo essencial e está sujeito tanto a recomendações médicas como ao gosto pessoal. Existem opções extra macias, macias, médias, firmes e extra firmes. O que vai determinar o nível de conforto é a matéria-prima usada em cada colchão.

  • Extra macios: Normalmente, os colchões extra macios são feitos com duas camadas de molas ou viscoelástico em grandes quantidades. Eles são indicados para pessoas acamadas sob orientação médica.
  • Macios: As molas mais usadas nesse tipo de colchão são as bonnel e ensacadas individualmente. Por causarem a curvatura do corpo, não são indicados para qualquer um. Geralmente, é uma boa opção para quem pesa menos, como crianças ou adolescentes, ou quem dorme sozinho.
  • Médios: Os colchões médios podem ser mais macios ou firmes. Os macios são feitos de molas com viscoelástico e látex. Já os firmes são de espuma de poliuretanos de alta densidade e molas ensacadas individualmente. São ótimos para casais.
  • Firmes: Normalmente são feitos de espuma de poliuretano ou de molas com um pillow top com caixa de madeira. Muitos fisioterapeutas indicam esse tipo de colchão para quem sofre com escoliose e lombalgia.
  • Extra firmes: São fabricados com chapa de madeira e/ou poliestireno expandido e sua rigidez pode incomodar quem não está acostumado. Ao usar colchões extrafirmes é importante ficar atento, porque eles podem não fazer a curvatura em pontos do corpo, como quadril e ombros.

Material

Como você já deve ter percebido, o material usado na produção de um colchão é importantíssimo para determinar certas características. Além do conforto, o preço também vai variar de acordo com o material.

Basicamente, existem dois tipos de materiais predominantes, a espuma e a mola. Os colchões de espuma tendem a ser mais baratos e firmes. Já os de mola costumam ter um preço um pouco mais elevado e ter um grau maior de maciez.

Atualmente, os colchões podem ser feitos com vários tipos de espumas ou molas que podem ser escolhidos de acordo com as necessidades de cada pessoa. Quer entender melhor quais são os prós e contras de cada um deles? Então acesse este outro texto.

Densidade

Comprar um colchão com densidade errada pode prejudicar a sua saúde e diminuir a vida útil do produto. Mas o que significa dizer que um colchão tem uma maior ou menor densidade? Na verdade, ela está relacionada à quantidade de matéria-prima utilizada por metro cúbico.

Sendo assim, um colchão com mais densidade possui também mais matéria-prima e, por isso, suporta um peso maior sobre ele. Logo, a altura e a massa corporal de quem usará o produto devem sempre ser levadas em consideração na hora da compra.

Uma forma simples de saber qual a densidade certa para você é consultando a tabela abaixo ou lendo este post aqui.

Pillow Top: para que serve e como escolher

 

E aí, conseguiu tirar suas dúvidas sobre como escolher colchão? Conte para a gente. 😉