Colchão: é melhor de mola ou espuma?

Você está visualizando atualmente Colchão: é melhor de mola ou espuma?

Se você já teve que escolher um colchão para sua cama, certamente ficou em dúvida sobre qual tipo comprar. Afinal, colchão: é melhor de mola ou espuma? Apesar de não existir uma resposta certa, vamos ajudá-lo a entender quais são os pontos positivos e negativos de cada um deles.

Conforto

O conforto de um colchão pode variar de acordo com o material que ele é feito. Os produtos de espuma costumam ser mais firmes, dando mais sustentação à coluna. Por isso mesmo, é indicado para pessoas com problemas de postura e/ou dor nas costas.

Para acertar na escolha do colchão de espuma verifique sempre a sua densidade. Ela é responsável por determinar a firmeza e capacidade de peso que o produto poderá suportar. Se você quiser saber mais sobre este assunto, clique aqui.

Já os colchões de mola são considerados mais macios e podem ser uma boa pedida para quem irá dividir a cama. Dependendo do tipo e quantidade de molas, o produto pode ajudar a acabar com aquele molejo incômodo que acontece quando o parceiro se mexe.

Durabilidade

Quando o quesito é durabilidade, o colchão de molas ganha uma certa vantagem em relação ao de espuma. Como ele normalmente não deforma com o peso do corpo, sua vida útil pode ser bem maior.

Enquanto um produto de espuma dura em média de 2 a 3 anos, o de mola atinge tranquilamente os 5 anos de uso. Dependendo das condições, ele pode chegar até os 8 ou 10 anos, ainda que não seja o recomentado pelos fabricantes.

Mas vale lembrar uma coisa: o colchão de mola pode durar mais, porém ele costuma ser mais caro do que o de espuma. Dessa forma, é preciso analisar as características dos modelos, além das necessidades e preferências do usuário para descobrir qual é a melhor opção para você.

Modelos

Se você ainda não conhece os diferentes modelos de colchão de mola e espuma, segue uma lista com os principais produtos de acordo com os materiais e tecnologias:

  • Espuma Viscoelástica: A espuma viscoelástica é a famosa espuma da Nasa. Sua principal característica é a facilidade para se adaptar ao contorno do corpo. Ela proporciona um ótimo encosto para a cabeça, coluna e pescoço e ajuda também a ativar a circulação sanguínea.
  • Espuma Hiper AMX: Bem parecida com a espuma viscoelástica, a Hiper AMX se diferencia por retornar mais rapidamente ao formato original quando pressionada. É confortável, resistente e possui um excelente conforto térmico.
  • Espuma Gel: Além de se moldar perfeitamente ao corpo, a espuma gel também transmite uma sensação de frescor. Ela ativa a circulação sanguínea, regula a temperatura corporal e alivia dores musculares.
  • Molas Bonnel: As molas possuem um formato de ampulheta e são todas interligadas, o que favorece a flexibilidade e sustentação. Por possuir um molejo maior é recomendada para solteiros.
  • Molas Ensacadas: Nesse modelo, cada mola é ensacada individualmente. Isso faz com que o colchão seja menos ruidoso e exerça uma pressão localizada, não incomodando quem divide a cama com você. Portanto, é uma ótima opção para casais.
  • Molas Ensacadas Soft Pillow: Além das molas ensacadas individualmente, esse tipo de colchão ganha também camadas de pillow. O resultado é um conforto ainda maior para quem utiliza o produto.

Depois de todas essas informações, você já consegue se decidir? Diz pra gente, colchão: é melhor de mola ou espuma?

Pillow Top: para que serve e como escolher